quarta-feira, dezembro 1, 2021
spot_img

Mudança para superar a crise

A adaptação e a inovação são as principais armas para reduzir os prejuízos decorrente da crise provocada pela pandemia do coronavírus no mundo. Mesmo quem não foi obrigado a fechar temporariamente durante as medidas de isolamento social precisou achar formas de driblar os problemas para contribuir o máximo possível.

Esse é o caso da Conexlog, uma empresa de Caxias do Sul que já se reinventou e está ajudando a atender uma necessidade muito grande no país durante a pandemia: a logística de produtos essenciais. Enquanto a Associação Brasileira de Logística e Transporte de Carga aponta que as medidas de isolamento devido à pandemia provocaram queda de 43,9% no volume de transporte de cargas no Brasil, a empresa teve incremento de 12% no faturamento e está superando as metas.

Há três anos trabalhando com soluções em logística focada no transporte aéreo, a Conexlog se adaptou rapidamente à redução de 80% da malha aérea brasileira e está oferecendo aos seus clientes um novo modal. “Passamos a usar o modal rodoviário expresso, atendendo com a mesma qualidade que oferecíamos no convencional aéreo e a preço semelhante”, afirma o diretor Roni Passos. Antes da pandemia, a empresa oferecia três opções, todas aéreas: Express, em que o embarque no avião acontece no dia seguinte; próximo voo; e convencional, destinado a cargas de maior volume.

Com a pandemia, o convencional não está mais sendo oferecido pelas companhias aéreas. “A prioridade dos porões dos aviões é para os mantimentos necessários ao combate do coronavírus. Então, passamos a oferecer o rodoviário expresso como alternativa”, explica. A adaptação da empresa aconteceu de forma rápida, para que nem os clientes, nem a população fosse prejudicada, já que a Conexlog transporta itens essenciais, de primeira necessidade, para todo Brasil. Com parceiros em todas as capitais brasileiras, a Conexlog entrega a carga no destino final, sem intermediários, em qualquer cidade do país.

Notícia anterior: CORRENTE DO BEM

Próxima notícia: UMA PARADA EM 1,1 MILHÃO DE QUILÔMETROS RODADOS

RELATED ARTICLES

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

spot_img

REVISTA TRANSPODATA

spot_img

Mais lidas

spot_img