terça-feira, dezembro 7, 2021
spot_img

DAF acirra concorrência no segmento pesados

Montadora apresentou novo caminhão XF, que chega com a promessa de 14% de economia no consumo de combustível
Fotos DAF Brasil, Divulgação

A rede de concessionárias DAF já deu início às vendas do novo XF, fabricado em Ponta Grossa (PR), que foi completamente remodelado para atender ao mercado nacional. O caminhão é destacado pela montadora, dentre outros atributos, por registrar consumo de combustível até 14% menor que a versão anterior, resultado de um trabalho de engenharia liderado pelo Brasil e com o suporte do Centro Tecnológico da companhia na Holanda.

A empresa informa que foram quatro anos de desenvolvimento e testes. “Com este produto, o próximo desafio é alcançar a liderança do novo XF, em seu segmento de atuação, expandir a participação no mercado nacional e nos aproximarmos ainda mais dos clientes”, enfatizou Lance Walters, presidente da DAF Caminhões Brasil desde o início do ano, durante apresentação e coletiva de imprensa virtuais.

O XF vem equipado com o novo motor PACCAR MX13, de 12,9 litros, redesenhado para trabalhar em rotações menores e mínimo atrito. Os clientes da marca terão opção de dois tipos de motorização, de 480cv (até 2.500Nm a partir de 900rpm) e 530cv (até 2.600Nm a partir de 1.000rpm). O propulsor conta ainda com turbocompressor VGT, menor velocidade do compressor de ar-condicionado e bombas de direção e de óleo variáveis. O novo PACCAR MX 13 permite combinação de força, utilizando relações de eixo traseiro mais longas.

O modelo é oferecido nas configurações de tração 6×4, 6×2 e 4×2, voltadas ao transporte rodoviário de cargas de longa distância. “O novo XF é um projeto exclusivo para o mercado brasileiro. Ainda que inspirado na versão europeia, o caminhão ganhou reforços para suportar as severas operações do país, mantendo atributos de conforto e dirigibilidade.

Somamos mais de 20 mil horas de engenharia e centenas de testes de bancada, pistas de diferentes relevos e em operações reais”, afirma Jarno Broeze, que novo diretor de Desenvolvimento de Produto da DAF Caminhões Brasil.

A transmissão que equipa o novo XF é a ZF TraXon, automatizada, com 12 velocidades e relações mais longas. A montadora indica que seu projeto, mais robusto e leve, tem papel importante na economia de combustível. Também informa que o sistema Eco-mode, combinado ao controle preditivo de cruzeiro, faz a troca precisa de marcha, ajustando a velocidade ao tipo de relevo. “Somos parceiros de desenvolvimento da ZF na Europa, o que significa que as suas transmissões se ajustam perfeitamente ao nosso motor, trazendo ainda mais benefícios ao conjunto mecânico do novo XF”, acrescenta Broeze.

TECNOLOGIAS AVANÇADAS

A montadora destaca que novo XF é dotado de conjunto tecnológico concebido para melhorar a dirigibilidade, segurança e o consumo de combustível. O freio motor PACCAR MX ficou mais potente, com 490cv, trabalhando altas potências em baixa rotação. O sistema também conta com três estágios, o que permite planejamento melhor do seu uso.

O assistente de performance do condutor, um computador de bordo que interage com o motorista, fornece dicas e dá notas para a condução. O controle de cruzeiro preditivo é um piloto automático, que com a ajuda do GPS e de uma leitura do relevo, consegue ajustar a velocidade e a troca de marcha ideal. O resultado, de acordo com a montadora, é um consumo inteligente de combustível.

O modelo também é equipado com sensores de pressão dos pneus, que informa se houver calibragem inadequada que possa interferir no desgaste e atrito. O motorista também conta com um monitor de nível de energia da bateria, sinalizando quando a carga estiver abaixo do adequado. O caminhão ainda pode ser equipado com sistema de frenagem de emergência, controles de estabilidade e de cruzeiro adaptativo, além de aviso de saída da faixa.

CABINE E INTERIOR

O novo caminhão tem duas opções de cabine, a Space e a Super Space, sendo a última apresentada como a mais espaçosa do mercado, com 2,10m de altura interna. No exterior, o XF conta com design renovado, com direcionamento aerodinâmico para menor atrito do ar, auxiliando no consumo e na diminuição de ruído.

O exterior traz novidades no parasol, faróis com lentes Lexan®, as mesmas utilizadas em janelas de aviões, e projeto que assegura iluminação sólida, com opcional de lâmpadas em LED. O para-choque de aço recebe detalhes cromados, assim como a nova grade. Os clientes podem optar por maçanetas e para-lamas na cor da cabine.

O novo painel de instrumentos é intuitivo e de fácil acesso pelos comandos do volante. O ar-condicionado e a iluminação em três níveis têm controle digital. O novo XF é dotado de colchão com 81 cm x 220 cm, em espuma de alta densidade, com opção de molas ensacadas, possibilidades de beliche, cortinas black out, climatizador de teto, banco do motorista com ajuste pneumático e travas antiarrombamento Night Lock.

O cliente pode optar por quatro pacotes. Confort traz geladeira e climatizador; Safety se destaca pela segurança avançada; Extra por diferenciais estéticos e de conforto; e Exclusive é o top de linha. A marca anuncia o lançamento de show room virtual, similar a uma feira, com vídeos técnicos, informações, apresentações e reuniões de venda.

Marca tem meta de alcançar 10% de mercado na categoria

Gambim garante que DAF não fará promoção para vender estoque da antiga versão

Com fábrica em Ponta Grossa (PR) desde 2013, a DAF alcançou em julho deste ano a marca de 10 mil caminhões produzidos. No acumulado de janeiro a julho de 2020, apurou alta de 29% nos emplacamentos, com 2.194 unidades, enquanto o mercado caiu 16%.

Com isso, assumiu a terceira posição na sua categoria. “Com o novo XF, o primeiro passo é buscar 10% deste mercado”, assinalou Luis Gambim, diretor comercial da DAF, que também manifestou estar confiante com o resultado projetado para o restante do ano. “Neste momento de dificuldades, estamos criando formas de aproveitar as oportunidades que o mercado oferece”, assinalou.

Para tanto, a marca também investe na expansão da rede de atendimento, atualmente com 32 concessionárias, uma loja TRP e seis postos de assistência técnica. Até o final do ano, serão 44 pontos, com ampliação, principalmente, no Nordeste. Atualmente, são 16 grupos investidores e cobertura que ultrapassa 98,5% do território nacional. Também haverá incremento da rede TRP, lojas de peças multimarcas da PACCAR Parts, operadas pelos grupos investidores da rede de concessionários.

O diretor confirmou que tão logo o novo caminhão comece a chegar às revendas, o XF amarelo terá sua produção interrompida. Informou haver um estoque na rede, mas que diante da grande procura a empresa não fará promoção de venda. “Esperamos encerrar as vendas da antiga versão até o final do mês”, indicou. Também informou que a montadora prepara para 2021 o lançamento de nova versão do CF.

MODELO LF EM ANÁLISE

O presidente Lance Walters indicou que a DAF manterá a atualização do seu portfólio na medida em que o mercado demandar. Mas que, no momento, não haverá acréscimo ao portfólio, adiantando apenas que o modelo LF está sendo certificado na rede para avaliar seu comportamento. “Não temos previsão de quando virá, mas é certo que o traremos”, assegurou.Já o ingresso do caminhão elétrico no Brasil está descartado no curto prazo, considerando a ausência de mercado. “Estamos testando na Europa”, apontou.Walters definiu o mercado brasileiro como estratégico para a companhia por também facilitar o acesso a outros países consumidores da América Latina. “Em termos de representatividade, representa algo como 1/6 dos Estados Unidos e Europa, mas que vem crescendo”, informou. Também garantiu que a empresa está preparada para, se necessário, até dobrar a atual produção caso haja demanda do mercado. Garantiu que a pandemia do coronavírus não atrasou o cronograma de desenvolvimento do novo XF, mas interferiu com queda de mercado.

BEGNINI FAZ PRIMEIRA COMPRA

As primeiras unidades do novo caminhão DAF XF foram adquiridas pela Transportes Begnini, de Chapecó (SC), com intermediação da MacPonta, concessionária da rede DAF Brasil, e financiadas pela PACCAR Financial. Com os dois modelos equipados com motor de 480cv a transportadora passa a contar com 36 veículos da marca em sua frota. A empresa também foi a primeira a adquirir um veículo DAF, quando do início das operações em 2013.

RELATED ARTICLES

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

spot_img

REVISTA TRANSPODATA

spot_img

Mais lidas

spot_img