terça-feira, dezembro 7, 2021
spot_img

ATC Aviation quer crescer 30% no Brasil com serviços para Oriente Médio e Ásia

HomeConexão BrasilAéreoATC Aviation quer crescer 30% no Brasil com serviços para Oriente Médio...

A alemã ATC Aviation planeja crescer 30% no Brasil até o fim deste ano oferecendo suas soluções de escoamento de produtos que necessitam de uma melhor intermediação para o Oriente Médio e Ásia.

A alemã ATC Aviation planeja crescer 30% no Brasil até o fim deste ano oferecendo suas soluções de escoamento de produtos que necessitam de uma melhor intermediação para o Oriente Médio e Ásia.

“Identificamos que perecíveis, couro, vestuário e medicamentos têm se mostrado como forte tendência de exportação para essas regiões, mas necessitam de uma logística mais adequada para atender de forma plena as regiões”, comenta René Weinberg, diretor de operações das Américas Central e do Sul da ATC Aviation.

Para que o crescimento ocorra de maneira consolidada, Weinberg destaca que a atividade de intermediação de logística aérea na América Latina em geral ainda precisa se desenvolver em duas frentes: a primeira é que os serviços devem ser prestados de modo personalizado para cada encaminhador de frete; e a segunda frente é que a operação atenda globalmente.

“O mercado latino de cargas aéreas como um todo possui demanda intensa, mas só vai conseguir progredir de maneira sólida se aprimorar o suporte administrativo, de reserva, venda e locação do espaço nas aeronaves de modo personalizado a cada cliente, além de conhecer as rotas e destinos ideais para quem deseja exportar qualquer tipo de carga para qualquer parte do mundo”, afirma.

Contudo, Weinberg considera que a empresa pode colaborar para a melhoria da cadeia. “Como atuamos desde 1971 sendo um dos principais facilitadores logísticos de cargas aéreas do mundo conquistamos parcerias globais com 70 das melhores companhias aéreas, em 35 países, e, em 2014, atingimos um faturamento de 360 milhões de euros. Estamos convictos que temos condições de agregar muito ao mercado latino-americano”, assegura.

René Weinberg anuncia ainda para este ano a abertura de mais escritórios na região. “Na América Latina, nos instalamos no ano passado simultaneamente tanto aqui no Brasil quanto na Argentina, Equador, Uruguai e Paraguai, mas vamos nos expandir para Chile, Peru, Bolívia e Colômbia ainda em 2015”, finaliza.

RELATED ARTICLES

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

spot_img

REVISTA TRANSPODATA

spot_img

Mais lidas

spot_img